quarta-feira, 25 de maio de 2011

LiçãO para Minha Vida ..





Assisti a uma reportagem na ESPN domingo que despertou em mim uma série de emoções. Fiquei triste, com vontade de chorar, ao mesmo tempo me deu vontade de sair correndo e chegar lá naquele lugar tão imundo, feio, mas ao mesmo tempo me senti inútil e com vergonha de existir!

No Haiti, pessoas tão humanas quanto eu vivem em um lugar chamado
“ cozinha do inferno “ . É uma mistura de “chiqueiro” com um “lixão” que vemos somente pela tv. Eu já tive a oportunidade de conhecer um, e me senti tão mal, mas tão mal que me deu vontade de ir embora daquele lugar num piscar de olhos! E ao assistir a reportagem, pude ver que a minha sensação não era nem a metade do que seria se eu estivesse ali.

Um lugar que só foi lembrado por ter acontecido uma série de terremotos. Pessoas que vivem junto com porcos (adultos e crianças lá,comem todo tipo de resto mas nos porcos não tocam pois são considerados sagrados no Haiti) e dividem juntamente com eles restos de comida estragada, cascas de frutas, todo tipo de sobra que é despejado ali.
No meio daquilo tudo também há “barracos” feitos sobre a montanha de detritos!

É muito triste e constrangedor ver essa cena tão forte. Me fez refletir o quanto reclamamos muitas vezes das situações que nos acometem.
Já pensei que o mundo estava voltado contra mim inúmeras vezes quando algo não saia do jeito que planejei. E me deparando com a situação dessas pessoas, tão gente como eu, pude ver que meus problemas não são absolutamente NADA!

E o que não saiu da minha cabeça, o que me fez pensar sobre mim, fazer uma reflexão por alguns instantes foi ver que, ao serem abordados pelo repórter ou por um soldado voluntário, eles se encontravam receptivos e MUITO sorridentes dizendo o quanto são agradecidos ao Brasil, por estarem dando tanta atenção assim a um país que muita gente nunca quis saber. A alegria e a gratidão estavam estampadas nos rostos daquelas pessoas.

Pude então perceber o quanto é importante valorizar alguém, mas não sendo solicito somente, ou quando vê que a pessoa precisa, mas sempre. Buscar enxergar não somente o que os olhos estão vendo, mas enxergar com o coração e dedicar um pouco da sua atenção a ela.

Na hora tive vontade de ir pro Haiti e simplesmente me doar ali ... Abraçar cada uma daquelas pessoas, cuidar e pegar no colo cada uma daquelas crianças, ouvir o que elas pensam e realmente saber o que elas sentem e ajudar no que fosse preciso. Mas caí na real e vi que não seria possível fazer isso naquele determinado momento. Mas uma carta na manga eu tenho. Algo que mesmo a milhas de distância eu sei que será de grande ajuda. Minha oração



" Chegue a minha oração perante a tua face, inclina os teus ouvidos ao meu clamor;  Sl 88:2 "

4 comentários:

Fabio Faith disse...

Grande liçãoO.
Parabens pelo blog INCRIVEL =]

Douglas Novaes disse...

Você fez bem mais do que simplismente estar lá... ;)

Danny.elle disse...

OI Gabi....muito legal tudo por aqui...amei as cores do blog!!! Já estou te seguindooo!!
Fika na paz
Grande Beijo

Rafaela disse...

Pois é! As vezes a realidade passa longe da gente e nos fingimos nem ser atingidos por ela. Mas ela está ai,triste e impetuosa! que possamos fazer mais a cada dia de nossas vidas.

bjs

amei o post